Image not available
Image not available
Image not available
Image not available

Unidades de Saúde iniciam vacinação contra hepatite A

 

A partir desta terça-feira (15), a vacina contra a hepatite A fará parte do calendário básico de vacinação oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). De acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI) do município, a vacina irá imunizar crianças de 01 ano a menores de 02 anos (1 ano, 11 meses e 29 dias), contra inflamação (irritação e inchaço) do fígado causado pela doença.

O vírus da hepatite A é encontrado principalmente nas fezes e no sangue de uma pessoa infectada, cerca de 15 a 45 dias antes de os sintomas aparecerem e durante a primeira semana da doença. A hepatite A pode ser contraída se o indivíduo comer ou beber água contaminada por fezes que contenham o vírus (frutas, verduras, frutos do mar, gelo e água são as fontes mais comuns), mantiver contato com as fezes ou sangue de uma pessoa que contenha o vírus, além de uma pessoa contaminada não lavar as mãos adequadamente após ir ao banheiro e tocar outros objetos e alimentos.

De acordo com a coordenadora do PNI do município, Júlia Oliveira, a hepatite costuma ser benigna na infância, mas é preciso tomar cuidados para que ela não evolua para formas mais graves. “A incidência é maior em populações de baixa renda, que vive sem as corretas condições de saneamento básico. Com a inclusão dessa vacina no calendário municipal, acredito que conseguiremos diminuir essas ocorrências, proporcionando maior acesso das pessoas à imunização. O risco de morte por hepatite é baixo, geralmente ocorre entre idosos e pessoas com doenças hepáticas crônicas”, explica a coordenadora.

Júlia ressalta ainda que as doses da vacina estarão disponíveis em todas as unidades de saúde do município e serão administradas juntamente com as outras vacinas do calendário básico infantil. “A vacina começa a proteger quatro semanas após a primeira dose. O reforço de seis a 12 meses é necessário para a proteção a longo prazo”, pontua.

Hepatite A
Geralmente, os sintomas da hepatite A começam entre duas e seis semanas após a exposição ao vírus da hepatite A. Eles são geralmente leves, mas podem durar vários meses, especialmente em adultos. São eles: urina escura, fadiga, coceira, perda de apetite, febre baixa, náuseas, vômitos, fazes pálidas ou com cor de argila e pele amarelada (icterícia). Pessoas com hepatite aguda devem evitar o álcool e substâncias que são tóxicas para o fígado, incluindo o paracetamol (Tylenol).

Alguns cuidados também podem ajudar na prevenção da doença. Lavar sempre bem as mãos após usar o banheiro e quando entrar em contato com sangue, fezes ou fluidos corporais de uma pessoa infectada, evitar água e alimentos sujos e, se não houver água disponível, ferver a água são os melhores métodos para eliminar a hepatite A. É preciso ainda tomar cuidado com frutas que possam ter sido lavadas com água contaminada.

Fonte: Ana Cecília da Silva/ Ascom SMS